segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Abrahadabra

Abrahadabra é uma palavra que aparece no Livro da Lei, e é descrita por Aleister Crowley como a "Palavra do Aeon" e que ela "representa a Grande Obra completa, e deste modo é um arquétipo de todas as operações mágicas menores" (A.C.) Não deve ser confundida com a Palavra da Lei do Aeon, que é Thelema.
Abrahadabra também é referida como sendo a Palavra de Duplo Poder. Mais especificamente, ela representa a união do Microcosmo com o Macrocosmo - representado por um pentagrama e um hexagrama, a rosa e a cruz, o círculo e o quadrado, o 5 e o 6, "65" - Adonai, 5º=6º, - etc. — também o Conhecimento e Conversação do Sagrado Anjo Guardião. No Commentaries, Crowley diz que a palavra é um símbolo do "estabelecimento do pilar ou falo do Macrocosmo...no vácuo do Microcosmo". A analogia sexual aqui é óbvia. 

Gematria

  • ABRAHADABRA = 418
  • ABRAHADABRA tem 11 letras
  • ABRAHADABRA = 1+2+2+1+5+1+4+1+2+2+1 = 22
  • As cinco letras na palavra são: A, a Coroa; B, a Baqueta; D, a Taça; H, a Espada; R, a Rosa Cruz; e além disso se refere a Amoun, o Pai, Thoth, Seu mensageiro, e Isis, Hórus, Osíris, a tríade humana divina.
  • E também 418 = ATh IAV, a essência de IAO
  • 418= BVLShKIN, ou Boleskine
  • 418= RA HVVR, ou Ra Hoor
  • 418= ∑(13-31)

Outras interpretações

Em Aramaico essa palavra pode ser traduzida rudimente em "Eu criarei conforme falo".
  • Had é a palavra chave de Abrahadabra. Had é um outro nome para Hadit, o segunda a se pronunciar no Livro da Lei.
  • "ABRAHADABRA é a "Chave dos Rituais" porque ele expressa a Formulae Magicae de várias idéias complementares unidas; especialmente o Cinco do Microcosmos com o Seis do Macrocosmos.
  • "Abrahadabra é o glifo da mistura do 5 e do 6, a Rosa e a Cruz".

Recorrência do termo

A palavra Abrahadabra aparece repeditamente na invocação de Horus em 1904 que precedeu a escritura do Livro da Lei e levou Crowley a fundar Thelema. Ela também aparece em um diário de Maio de 1911 publicado no Equinox.

Trechos do Liber Legis

  • "Abrahadabra; a recompensa de Ra Hoor Khut." (AL III:1)
  • "Este livro será traduzido em todas as línguas: mas sempre com o original pela mão da Besta; pois na forma ao acaso das letras e sua posição umas com as outras: nestas há mistérios que nenhuma Besta adivinhará. Que ele não procure tentar: mas um vem após ele, de onde Eu não digo, que descobrirá a Chave disso tudo. Então esta linha traçada é uma chave; então este círculo esquadrado em seu fracasso é uma chave também. E Abrahadabra. Será sua criança & isso estranhamente. Que ele não busque após isto pois dessa forma apenas pode ele cair." (AL III:47)
  • "O fim das palavras é a Palavra Abrahadabra." (AL III:75)

Em outros trabalhos

  • Invocação de Horus em 1904 - (The Equinox I(7), 1912)
  • Diário de Maio de 1911 publicado no "THE TEMPLE OF SOLOMON THE KING. IV" no The Equinox I(4), 1910.

Nenhum comentário:

Postar um comentário